Pedagogia

Sempre com o olhar voltado para a pessoa do aluno, nossa metodologia tem sido por n√≥s apelidada de ‚ÄúPedagogia Org√Ęnica‚ÄĚ, pelo fato de ir-se adaptando √†s necessidades e apelos do momento hist√≥rico-cultural-ambiental-social em que nos encontramos. O estudo das teorias mais tradicionais at√© pesquisas mais recentes, aliadas √† experi√™ncia de quase quarenta anos, nos permite grande liberdade e seguran√ßa para transitar em v√°rias delas, buscando o que mais se adapta √†s necessidades do momento e o que se mostra significativo para os estudantes. Teoria, pr√°tica e reflex√£o: eis nossa receita. Utilizamos textos e v√≠deos para fundamenta√ß√£o e apoio dos temas estudados:¬†Leonardo Boff, Rudolf Steiner, Mahatma Gandhi, Dalai Lama, Frei Beto, Martin Luther King, Krishnamurti, Tagore, Jos√© Pacheco, Edgar Morin, Paulo Freire, Em√≠lia Ferreiro, Delia Lerner e Telma Weisz, entre outros, al√©m de textos de √Čtica e Valores.

E para nos auxiliar nesse trabalho contamos com um espaço físico privilegiado, com uma área de 12,1 hectares, cortada ao meio por um riacho, 2/3 são ocupados por exuberante mata nativa recuperada ao longo destes 40 anos de atividades. Nesse espaço verde, as crianças têm acesso a vários espaços de aprendizagem, tais como:

  • Piscina Natural
  • Laborat√≥rio de ci√™ncias e de inform√°tica
  • Museu de Hist√≥ria Natural
  • Oficina de Marcenaria
  • Oficina de Reciclagem
  • Sala de M√ļsica
  • Sala de Artes
  • Biblioteca Infantil Infanto-juvenil e de Adultos ‚Äď com aproximadamente 5.000 volumes.

ASSEMBLEIAS

‚ÄúEducar NA democracia e n√£o PARA a democracia‚ÄĚ.

Esta recomenda√ß√£o do mestre Jos√© Pacheco √© praticada por n√≥s desde o ano 2000 com todos os alunos. Todas as decis√Ķes que afetam o coletivo s√£o tomadas na Assembleia semanal, coordenada pelos adolescentes. Assim aprendemos a ponderar, respeitar opini√Ķes, ceder em fun√ß√£o do grupo, exercitar a fala coerente e a escuta atenta. Ouvir para compreender, falar para ser compreendido.

EDUCAÇÃO PARA PENSAR, SENTIR E AGIR

Todas as turmas t√™m um ‚Äúo√°sis‚ÄĚ semanal para conversar a respeito de assuntos pouco comuns em outras escolas. Referem-se a temas da pr√≥pria vida do adolescente, que s√£o tratados de forma aberta e respeitosa, buscando o autoconhecimento e a compreens√£o do outro. Entre eles podemos citar drogas, sexo, religi√£o, morte, medo, fases da vida, voca√ß√£o, fam√≠lia, complexos e tudo que possa estar incomodando ou instigando nosso jovem. Estes assuntos s√£o dinamizados pela experi√™ncia da nossa fundadora.